Resenha – O Corpo


1
27 compartilhar, 1 ponto

SINOPSE

Um corpo é feito de suas partes?
Se alguma das partes mudar, é o mesmo corpo?
Não é necessário mais que algumas alterações para que o corpo se torne um estranho para a consciência.
E ela uma estranha para si mesma.

“O Corpo” foi lançado originalmente em 2017, em formato físico, como parte da coleção “Contos de Bolso”. Combinando horrores físicos e existenciais, a obra levanta questões sobre identidade, continuidade de consciência e vida às suas formas mais cruas. Nem sempre o que dói e sangra é o que causa mais dor.

RESENHA

        Venho destacar nesta resenha mais uma obra que me cativou inteiramente. E de quem vamos falar desta vez?  – Rodrigo Ortiz Vinholo. O fato é que desde o primeiro contado com um conto seu, já percebi que havia algo de especial em sua escrita que eu não soube mensurar de imediato. Eu ainda não o conhecia, por isso não havia nenhuma referencia de sua obra. Mas foi a partir do primeiro contato que passei a ter um interesse mais amplo, sem saber ao menos quem era o tal jovem e talentoso escritor.

          Em “O corpo” nos deparamos com um conto mais longo, de 41 páginas, mas que não chega a ser uma novela, devido à sua estrutura e característica que envolve um único acontecimento; ou seja, uma ação em um ambiente limitado, focando apenas em um enredo, sem ramificações na história.

      Escrito em 1ª pessoa, esse conto de terror psicológico transfere ao leitor sensações absurdamente tenebrosas, pelas quais o personagem as detalha com extrema perfeição.  Não se trata de um livro de ação, mas de uma escrita que em seu adendo é puramente explorada pelos sentidos humanos, precisamente o da visão; talvez seja essa mesma a premissa do livro. O personagem é colocado numa situação em que ele fica perdido em todos os aspectos; perde a noção de tempo, de espaço, de suas memórias – todas as sensações se entrelaçam e são colocadas em questão, fechando um grande ciclo. A perturbação não é só sensorial e psicológica, mas também física, pois de forma indireta, ele sente o desvirtuamento de seu corpo por meio da mutilação. Para mim, leitor, sentindo-me na pele do personagem, foi uma sensação inóspita plena e ininterrupta.

         Em se tratando da escrita de Vinholo, muitos já devem conhecê-la: é organizada, fluída, completa, envolvente – neste caso bem detalhada, porém em nenhum instante cansativa. Preciso confessar que toda vez que vou ler algo do autor já crio uma expectativa descontrolada, pois coisa boa sempre vem. Com relação ao personagem, você entra no ritmo narrativo dele como se fosse o próprio; o que ele experimenta em suas reflexões ou dúvidas também experimentamos. Foi nessa profusão de medos e dúvidas que ele se sentiu monitorado todo o tempo; no entanto monitorado por quem? A intenção mesmo do livro é lhe deixar com uma pulga atrás da orelha, e isso Vinholo conseguiu com maestria. O texto é lisérgico, alucinógeno, sufocante e se encerra com uma boa reflexão sobre nós mesmos, o que nos perturba e o que nossa consciência nos diz.

           Por final, esse conto não é um pitaco qualquer ou apenas mais um entre tantos textos do gênero; ele é, sem ressalvas, uma refeição completa para você degustar, repetir e ainda lamber os dedos. Portanto, deleite-se.

Autor: Rodrigo Ortiz Vinholo

Editora: Lendari

Ano: 2017

Número de páginas: 41

BIOGRAFIA AUTOR / Rodrigo Ortiz Vinholo

Mora em São  Paulo, SP. Publicitário, trabalhou também por anos como jornalista freelancer. Sua obra mais recente “O corpo” (2017, Lendari). Coleciona participações em coletâneas distribuídas em mais de 20 editoras e compartilha semanalmente material literário na internet.

BIOGRAFIA RESENHISTA / Maleno Maia

Nasceu em Santo Anastácio, interior de São Paulo e, atualmente, mora em Presidente Prudente – SP.  Sempre nutriu uma grande paixão pelas ciências exatas, formando-se em química.  O amor pela literatura, cultivado desde a infância, cresceu e tornou real o sonho de escrever seus próprios livros.  A primeira obra, As Freiras que só ouvem Rock, foi publicada pela Editora Dracaena e alcançou grande repercussão no meio literário.  O segundo livro, Os Malogrados, foi publicado pela  Planeta Azul Editora e, recentemente, O despertar – Uma saga em dois atos foi publicado pela Editora Giostri sob o pseudônimo Maleno Maia.  Além dos três livros citados, participou também de coletâneas de contos e poesias, em editoras de destaque no âmbito nacional como a Editora Becalete, a Rico Produções Artísticas e a Editora Illuminare.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

1
27 compartilhar, 1 ponto

Qual é a sua reação?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
1
love
lol lol
0
lol
omg omg
1
omg
win win
1
win
Mhorgana Alessandra
Mhorgana Alessandra é mineira, psicóloga e mestranda em Literatura. Diretora da Anima - Núcleo de Desenvolvimento Humano, ministra palestras e consultorias sobre diversos temas do comportamento humano. Casada, mãe de duas lindas meninas, é amante da música, literatura, artes marciais e atividades ligadas ao crescimento espiritual. Ganhou diversos concursos literários e vem participando como autora e organizadora de diversas Antologias. Escritora, blogueira, colunista e roteirista, transita por diferentes estilos, mas tem especial fascínio pelos gêneros de ficção, suspense, terror e horror. Seu autor preferido é Stephen King e como ele, acredita que o escritor presta atenção em como as pessoas reais se comportam e então, conta a verdade sobre o que vê, através de caminhos alternativos e acrobáticos. É membro da ABERST e da A Arte do Terror e vem desenvolvendo projetos voltados a esse mercado específico.

Um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. oprol evorter disse:

    Well I really enjoyed studying it. This post offered by you is very practical for good planning.

Choose A Format
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format