Resenha – Por favor, ignore Vera Dietz


1
Thai Archives - Cultura e Próxima Leitura

“Vou dizer uma coisa: se você acha que o fato do seu melhor amigo morrer é uma desgraça, pense em como seria a morte do seu melhor amigo depois que ele te sacaneasse. É uma desgraça como nenhuma outra”


Vera e Charlie foram melhores amigos desde sempre. Mas agora Charlie está morto, mas a amizade deles havia morrido algum tempo antes. Vera não pode fazer nada além de seguir em frente. Afinal, a vida continua certo? Mas Vera sabe algo sobre a morte do ex-amigo e isso a está sufocando cada vez mais. Perdida em meio a trabalho, amor, família, amizade e conflitos internos, a menina terá que sobreviver ao final do ensino médio e tentar mudar as coisas ruins. Por favor, não ignore este livro!

“Isso porque ele sentia-se preso por dentro, e isso o deixa livre, mas ao mesmo tempo não. Vivia intensamente porque estava morrendo por dentro”



O que dizer de “Por Favor, ignore Vera Dietz”? Esse livro mais que especial, que se tornou um dos meus favoritos, delicado, real , criativo e muito bem escrito!! Foi meu primeiro contato com a escrita da autora e eu não poderia ter gostado mais, não é mistério algum que eu ame dramas reais e com esse não foi diferente.

Vamos acompanhar Vera, uma garota de 17 anos que acabou de perder o melhor amigo, na verdade ela já havia o perdido, a amizade com Charlie já não era mais a mesma a algum tempo, desde que o garoto começou a andar com a turma da detenção e acreditar nas mentiras contadas sobre Vera. A questão é que não está sendo nada fácil lidar com o peso da morte do ex-amigo, ainda mais quando se sabe detalhes importantes e ainda o vê em todos os lugares, como se ele ainda estivesse ali a pressionando para contar a verdade. Vera também lida com a relação com o pai, que é adepto da filosofia de ignorar as coisas até que elas desapareçam, inclusive o fato do pai de Charlie bater na mulher, algo que incomoda Vera desde pequena. Também temos o fato de que Vera quer ser ignorada, principalmente por conta de sua mãe, que trabalhava como stripper em um bar e foi embora quando a menina tinha apenas 11 anos.
Nós acompanhamos durante todo o enredo as angustias de Vera, intercaladas com as visões de seu pai, Charlie e até mesmo do Templo, como fica sua vida e como é difícil lidar com o ensino médio e trabalho.


“Um outro aluno praticando bullying na escola? Ignore-o. Uma garota espalhando boatos? Ignore-a. O professor do oitavo ano belisca o bumbum da sua amiga? Ignore. O professor machista de Geometria dizendo que as garotas não deviam fazer faculdade porque tudo que farão na vida é parir bebês e engordar? Ignore-o. Ouviu dizer que uma garota da sua sala está sendo violentada pelo padrasto e teve que ir para a clínica? Ignore. Ouviu dizer que ela está trazendo os comprimidos da mãe para a escola e vendendo-os para pagar pelo aborto? Ignore. Ignore. Ignore. Ignore. Cuide da sua própria vida. Não crie tumulto e seja discreto.”



Com personagens muito bem construídos e reais é impossível não se afeiçoar a história mas acompanhar toda a trama não é fácil devo dizer, chegando algumas vezes a ser perturbadora e reflexiva, a autora aborda assuntos como álcool, drogas, violência doméstica e pedofilia sem suavizar ou romantizar hora alguma. Gostei muito da forma como a autora guiou a história até o fim, mesmo sem dar grandes detalhes conseguia nos passar grandes mensagens e não deixou pontas soltas, fazendo com que os leitores refletissem principalmente sobre empatia.



“Parece que quanto mais as pessoas envelhecem mais merda elas ignoram”


Me apeguei principalmente ao pai de Vera e Charlie, eu queria poder dizer várias coisas aos dois, mostrar como haviam outros caminhos e maneiras, me senti muito próxima de Vera durante toda a leitura e gostei muito de acompanhar principalmente o desenrolar da sua relação com o pai, não haveria dupla melhor do que esses dois no fim das contas! Chorei em vários momentos e fiquei apreensiva para saber como Vera ia lidar com tudo aquilo. Recomendo muito e já estou a procura de outros livros da autora!

Por favor, não ignore Vera Dietz! Ela vai te contar muita coisa sobre você…

Autora: A.S King 
334 páginas

Algumas frases que me marcaram durante a leitura e vale a pena compartilhar com vocês:


“A caminho do trabalho, entretanto, penso em cada casa por onde passo, porque li as estatísticas. Você não leu? Qual dessas abrigam os maridos que batem nas mulheres? Os abusadores de crianças? Os estupradores? Os bêbados e viciados em jogatina? Em quais dessas casas moram os pais que machucam os filhos? Onde estão essas placas? Não seria ótimo se houvesse placas grandes e luminosas para nos alertar sobre essas pessoas?”


“É verdade. 47% das crianças desta cidade vivem abaixo da linha da pobreza. Muitas delas estão se sentindo fome neste momento, enquanto você está lendo este livro. Algumas delas ficariam felizes se tivessem a oportunidade de comer uma lata daquela comida de cachorro que você serve aos seus bichos duas vezes por dia”

“Se o ideal é que ignoremos tudo o que há de errado em nossas vidas, então não vejo como as coisas poderiam um dia dar certo”



“ e em algum lugar, mil Charlies mortos tentando me fazer encontrar provas de que Charlie não matou aqueles animais”


Como se todo o universo estivesse me tentando salvar do destino, já que eu desisitira de tentar me salvar”

Please DON'T Ignore Vera Dietz | Forever Young Adult

Like it? Share with your friends!

1
Victoria Manuela
Victória Manuela nasceu na cidade mineira de Nova Lima no ano de 2005. Estudante e amante da literatura, teve a primeira participação em uma obra literária em 2017 na antologia Carpe Diem. Escreve contos, textos e poesias, é leitora assídua de vários estilos literários. Futura socióloga gosta de ler, escrever e pintar.

One Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. froleprotrem disse:

    When I originally commented I clicked the -Notify me when new comments are added- checkbox and now each time a comment is added I get four emails with the same comment. Is there any way you can remove me from that service? Thanks!