Resenha – Minha Versão de Você


0

“A todos os adolescentes que já precisaram ouvir estas palavras: você é perfeito exatamente como é. E amor é amor é amor é amor é amor é amor é amor é amor,não pode ser morto nem deixado de lado”


Depois de se mudar com sua família para Utah, uma cidade onde a maioria das pessoas são mórmons, Tanner é obrigado a esconder sua bissexualidade e voltar para o armário, porém no último semestre do ensino medio, ele e sua melhor amiga Autumn resolvem se inscrever para a aula de escrita. Tanner que achava até fácil escrever um livro inteiro em apenas quatro meses se vê com um grande obstaculo logo no primeiro dia: Sebastian, o garoto que no ano anterior teve o livro publicado e agora é orientador da turma. Não levou muito tempo para que Tanner percebesse que estava apaixonado, uma paixão com vários obstáculos e o maior deles: a religião.

Apesar de ter lido várias resenhas e opiniões de diversas pessoas eu não fazia a mínima ideia do quão impactante“ Minha versão de você” seria. Muito bem escrito, estruturado e criativo, me fez derramar um mar de lágrimas e sorrisos. No  No começo achei que seria mais uma história clichê de adolescente, mas logo percebi que não era bem isso. O livro vai falar de assuntos muito importantes de uma forma divertida e descontraída, raramente se lê histórias com personagens bissexuais e eu amei ver o “holofote” dando destaque para esse grupo de pessoas. Vamos conhecer personagens incríveis como Tanner e sua família (que são maravilhosos, as únicas pessoas da cidade que sabem sobre o garoto e o apoiam), Sebastian que devo dizer que não fui muito com a cara dele no princípio, mas acabei me simpatizando e Autumn, a melhor amiga e braço direito do nosso personagem principal


“Beijar meninos é bom. Beijar meninas é bom. Mas algo me diz que beijar Sebastian seria como uma chama caindo nem no meio de um matagal seco”

Eu amei a história, já havia algum tempo que um livro do gênero não me cativava tanto. Vamos conhecer um pouco mais da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias (mórmons), que até então era um assunto não muito conhecido por mim, o debate interno de Sebastian entre o que ele quer e o que a Igreja acredita ser o melhor pra ele, refletir sobre a sociedade em que vivemos e sentir um pouco do amor que Tanner e Sebastian nutrem um pelo outro e as dificuldades que passam por morarem em uma cidade extremamente conservadora. A leitura é leve e fluída, apesar de ter me pegado em vários momentos aflita e roendo as unhas kkk. *
Recomendo muito!
*
Autora: Christina Lauren 
Páginas: 315 
Editora: Hoo Editora

@_literanima


“As pessoas dizem que a bissexualidade está ligada à indecisão, que os bissexuais não conseguem se satisfazer com uma única pessoa, que é um rótulo para não se comprometer com ninguém. E aí surge o anjo no outro ombro – no qual os livros e panfletos a favor da diversidade me fazem acreditar- dizendo que não, que significa que estou aberto a me apaixonar por qualquer pessoa. Fico feliz em ter um compromisso com alguém, mas as partes íntimas não importam tanto quanto a pessoa como um todo”


Like it? Share with your friends!

0
Victoria Manuela
Victória Manuela nasceu na cidade mineira de Nova Lima no ano de 2005. Estudante e amante da literatura, teve a primeira participação em uma obra literária em 2017 na antologia Carpe Diem. Escreve contos, textos e poesias, é leitora assídua de vários estilos literários. Futura socióloga gosta de ler, escrever e pintar.

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *