Resenha – E Se Fosse A gente?


1
1 ponto

Sinopse: De férias em Nova York, Arthur está determinado a viver uma aventura digna de um musical da Broadway antes de voltar para casa. Já Ben acabou de terminar seu primeiro relacionamento, e tudo o que mais quer é se livrar da caixa com todas as lembranças do ex-namorado.

Quando eles se conhecem em uma agência dos correios, parece que o universo está mandando um recado claro. Bem, talvez não tão claro assim, já que os dois acabam tomando rumos diferentes sem ao menos saberem o nome ou telefone um do outro.

Em meio a encontros e desencontros — sempre embalados por referências a musicais e à cultura pop —, Ben e Arthur se perguntam: e se a vida não for como os musicais da Broadway e os dois não estiverem destinados a ficarem juntos? Mas e se estiverem? Aos poucos, eles percebem que às vezes as coisas não precisam ser perfeitas para darem certo e que os planos do universo podem ser mais surpreendentes do que eles imaginam

****

Becky Albertalli conquistou um público imenso ao publicar Com amor, Simon, através de uma narrativa leve, sensível e agradável contando a história de um adolescente gay prestes a se entregar a uma história de amor, depois desse sucesso ela juntou a Adam Silveira para construirem uma história permeando os mesmos princípios de seu ultimo sucesso, e à primeira vista, tive a mais breve sensação de que iria funcionar muito bem.

A história começa de uma forma tão natural que me vi preso pelo enredo e disposto a me deixar levar pelas páginas mesmo criando uma certa resistência, já que tenho o péssimo costume de ler livros do gênero homossexual e não me sentir feliz com os finais ou soluções encontradas pelos autores. De férias em Nova York, Arthur se sente imerso na possibilidade de viver coisas que jamais viveu em sua vida e pretende fazer com essa viagem lhe renda boas lembranças – neste momento Arthur me conquistou, simplesmente por ser alguém tão comum como nós mesmos, trajando-se das mesmas emoções, sentimentos, alegrias e expectativas de um adolescente.

Em contra parte somos apresentados a Ben, um garoto super apaixonante, vivendo um término recente, tendo de aprender a lidar com o sentimento de perda e angustia somado a outras ocasiões pertinentes a sua vida, como a recuperação na matéria de química, tendo que passar o verão inteiro ao lado do indesejável ex namorado. Como citado na sinopse, o primeiro encontro destes dois garotos se da em uma agência dos correios quando Ben tenta desesperadamente despachar objetos pertencentes ao ex. Quando saem dali, ambos seguem seus rumos, suas vidas sem imaginar que o destino já teria se encarregado de mudar suas vidas a partir daquele momento.

Arthur acreditando no impossível começa uma busca implacável parar encontrar Ben, sem ter até mesmo a certeza de que aquele era seu nome, depois disso a história começa e digo que esse clima foi extremamente confortável e gostoso de ler. Penso que essa história de amor até poderia ser o primeiro amor de muitas pessoas.

A história se transcorre de uma forma intensa, vários acontecimentos, aprofundamentos, momentos insanos e o que prevalece é a descoberta do amor por parte de Arthur que todo o tempo se compromete a buscar por aquilo que poderia fazê-lo feliz. Em vários momentos me vi ansioso, correndo pelas páginas e feliz com o que estava lendo, principalmente pela naturalidade que foi desenvolvido.

A narrativa é recheada de humor de referências à cultura pop, o que me incomodou bastante – confesso, mas acredito que isso aconteceu por eu me identificar mais com passagens dramáticas. A escrita dos autores é bem fluida, embora pareça confusa comumente, atribuo isso as intercalações na história, uma vez em que ela se alterna entre Arthur e Ben, capítulo à capítulo. Digo que mesmo que a história se distancie um pouco das minhas preferências em ternos de narrativa, me vi preso a história e lendo num ritmo frenético, na mais perfeita ânsia e curiosidade para saber do desfecho.

O clima de romance é intenso e eu super valorizei isso. O casal é apaixonante e não nos trás tédio, enfrentam os mesmos problemas que qualquer outro casal enfrentaria, o que traz a narrativa bastante naturalidade e potencial. Deixando claro que toda a história gira em torno do casal principal e os demais personagens como os pais de cada um e grupos de amigos tem um desenvolvimento muito escasso e por pouco não soam desnecessários. Embora os protagonistas sejam bastante carismáticos, principalmente Arthur que com toda sus inocência traz mais profundidade ao enredo, a narrativa às vezes se tornou bastante cansativa por momentos de repetição e pela sensação de que os autores não sabiam como conduzir a história e optaram por escreverem algo mais fácil.

A grande vantagem deste livro é que ele não trata a sexualidade como prioridade e o que prevalece a primeira vista é um casal permeado dos seus próprios problemas, preocupados com o tempo disponível já que Arthur precisará ir embora dentro de um mês, mas dispostos de corpo e alma a se tornarem inesquecíveis um na vida do outro. Espere uma leitura leve, engraçada e fofa, na mais pura certeza disso. Infelizmente, esse não foi um livro que terminei de ler feliz. Os acontecimentos finais são emocionantes e convincentes, mas acredito que os autores poderiam ter se engajado por outra linha de desenvolvimento tornando está obra inesquecível, mas optaram pelo contrário e a sensação que tive foi de desperdício de tempo, não que tenha sido, mas eu esperava uma outra finalização da qual não encontrei, frustando todas as minhas expectativas.

Apesar de todos os seus defeitos, E se fosse a gente? é uma leitura super válida, leve e que com certeza lhe renderá bons momentos.

Resenha por: Lucas Vilela.


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

1
1 ponto

Qual é a sua reação?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
1
love
lol lol
1
lol
omg omg
1
omg
win win
0
win

Um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share this
Choose A Format
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format