O Que O Sol Faz Com As Flores

"O que o sol faz com as flores"(idoma original-inglês- the sun and her flowers) é uma coletânea de poemas da poeta indiana Rupi Kaur sobre cura, fases, honrar as...


2

O Que O Sol Faz Com As Flores

Autora: Rupi Kaur
Editora: Planeta
Paginas : 248

"O que o sol faz com as flores"(idoma original-inglês- the sun and her flowers) é uma coletânea de poemas  da poeta indiana Rupi Kaur sobre cura, fases, honrar as raízes e amadurecimento a ponto de encontrar um lar dentro de si mesmo. O livro é organizado em cinco partes, cada uma representando uma "fase da vida", as poesias tratam em maior parte sobre o amor próprio. A obra foi escrita e desenhada pela artista e escritora Rupi Kaur, autora de "Milk and honey"(outros jeitos de usar a boca).
Brilhante e maravilhoso. Um dos melhores livros de poesia que já li, Rupi é simplesmente encantadora, doce e singular. Os poemas tratam de coisas delicadas e sentimentais, e dividem muitas criticas como "sao tao pequenos, nao podem ser considerados poemas" e pderia ser chamado de obra revolucionária feminista" . A autora trouxe a tona temas como o feminismo, amor próprio , reciprioridade, imigração e religião, sem contar que traduzir poesias é uma das coisas mais dificeis(creditos a Ana Guadalupe) e mesmo assim o livro ficou esplêndido.O meu amor por esses poemas é imenso é enorme, e qualquer pessoa que ler vai virar admirador(a) não só dos poemas mas da autora tambem.

RUPI KAUR

–QUOTES–

""por que girassóis ele me pergunta
eu aponto para o campo amarelo
os girassóis adoram o sol eu digo
quando o sol sai eles se erguem
quando o sol vai embora
eles abaixam a cabeça de tristeza
é o que o sol faz com as flores
é que você faz comigo"
Rupi Kaur

"Uma indústria de um trilhão de dólares estaria arruinada se acreditassemos que já somos lindas"

 –
"essa é a receita da vida
minha mãe disse
me abraçando enquanto eu chorava
pense nas flores que você planta
a cada ano no jardim
elas nos ensinam
que as pessoas
também murcham
caem
criam raiz
crescem
para florescer no final"

"vocês partiram o mundo

em vários pedaços e

chamaram de países

declararam posse sobre

o que nunca lhes pertenceu

e deixaram os outros sem nada"

"toda vez que você
Diz à sua filha
Que você grita com ela
Porque a ama
Você a ensina a confundir
Raiva com bondade
O que parece uma boa ideia
Até que ela cresce
E passa a confiar em homens
que as machucam
Porque eles se parecem
Demais com você."

quando você a encontrar

 diga que não passa um dia 

sem que eu pense nela 

a menina que pensa que você

 é tudo que ela precisava

 quando você a joga pelas paredes

 e ela chora 

diga que eu choro junto

 o som do concreto rachando por dentro

 a cada golpe da cabeça dela 

também mora nos meus ouvidos 

diga para ela correr para os meus braços

 eu já arranquei a porta do batente

 abri todas as janelas

 aqui dentro tem banho quente

 ela não precisa do seu jeito de amar

 sou a prova viva de que ela vai sair

 e vai achar o caminho de volta para si mesma

 se eu sobrevivi a você ela também vai sobreviver"

[zombify_post]

Like it? Share with your friends!

2
Victoria Manuela
Victória Manuela nasceu na cidade mineira de Nova Lima no ano de 2005. Estudante e amante da literatura, teve a primeira participação em uma obra literária em 2017 na antologia Carpe Diem. Escreve contos, textos e poesias, é leitora assídua de vários estilos literários. Futura socióloga gosta de ler, escrever e pintar.