DE FORMA DESCOMPROMISSADA ME DESCOBRI AUTOR DE HORROR/TERROR.


1
8 compartilhar, 1 ponto

Quem diria que um dia eu fosse me tornar um aspirante a escrever temas voltados ao medo, ao deturpador e ao transgressor, transferindo ao leitor a sensação incômoda de amortecimento. Eu que sempre fui um delineador da escrita mais formal, com eventos históricos pautados em temas dramáticos, de amor, de conquistas – muitos deles influenciados pelos clássicos da literatura brasileira – enxerguei-me em outra vertente e percebi que é algo que posso investir e prosperar. Sempre busquei desmascarar também os defeitos humanos, por isso era pouco adepto a histórias de fantasia.

            Hoje, além de ser um leitor da literatura de mistério e medo, tornei-me também um autor; talvez eu ainda tenho muito a desenvolver, pois para esse artifício, muitas características devem ser inseridas para causar incômodo ao leitor. Características essas que se destacam pelos detalhes dos acontecimentos e da estrutura narrativa. Percebo que na literatura do medo você deve usar de estratégias que segurem o leitor, em um ponto inicial crucial; ou seja, meus primeiros parágrafos já detalham um fato essencial que será a estampa de toda a história que se seguirá.

            Esse novo vínculo com a escola do terror, veio em detrimento a participações em antologias e o contato com outros autores engajados no tema. A participação pela primeira vez em uma coletânea que fora lançada na Bienal de São Paulo foi um gancho para perceber que muito posso contribuir com o tema. Escrever terror é uma catarse, uma infinita e absoluta sensação de tremer as estruturas de todas as sensações humanas. Enfim, endosso que passei a “agraciar o leitor” com o terror.

Texto por: Manoel Flor dos Santos


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

1
8 compartilhar, 1 ponto

Qual é a sua reação?

hate hate
0
hate
confused confused
0
confused
fail fail
0
fail
fun fun
0
fun
geeky geeky
0
geeky
love love
1
love
lol lol
1
lol
omg omg
0
omg
win win
1
win
Mhorgana Alessandra
Mhorgana Alessandra é mineira, psicóloga e escritora. Diretora da Anima - Núcleo de Desenvolvimento Humano, ministra palestras e consultorias sobre diversos temas do comportamento humano. Casada, mãe de duas lindas meninas, é amante da música, literatura, artes marciais e atividades ligadas ao crescimento espiritual. Ganhou diversos concursos literários, mas somente em 2017 deu vazão às suas ideias, participando pela Editora Illuminare como autora das Antologias: Copas, Diário de Lúcifer, Para Maiores de 18, As faces do Horror, Vícios, Taras e Medos, Deep Web, Contos de um Natal sem Luz, e como autora e organizadora das Antologias Síndromes, Carpe Noctem, e da A Arte do Terror - Apocalipse. Também faz parte da ABERST e da A Arte do Terror. Transita por diferentes estilos, mas tem especial fascínio pelos gêneros de ficção, fantasia e horror. Seu autor preferido é Stephen King e por ser psicóloga, uma estudiosa da psique humana, como ele, acredita que o escritor presta atenção em como as pessoas reais se comportam e então, conta a verdade sobre o que vê.

Um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. oprol evorter disse:

    fantastic issues altogether, you just received a brand new reader. What might you recommend about your submit that you made a few days ago? Any positive?

Choose A Format
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format